Hábitos de consumo de
informação online de
C-Levels
em Portugal

Empowering
Transformation

Desafio

Analisar a forma como C-Levels de empresas de relevo em Portugal utilizam os media digitais para consumo de informação
online.

Resultado

Um estudo que nos revela os hábitos relativamente a quatro vertentes que identificámos como sendo as mais importantes para perceber a evolução do consumo de informação online e em que medida estes mesmos hábitos podem influenciar tomadas de decisão nas empresas.

24,3%

Taxa de participação

Setores de atividade

Os setores que mais se destacam, representando a maioria dos participantes, são os Serviços e a Tecnologia.

Que meios digitais utiliza para consumo de informação?

27%

dá preferência a jornais online

Os jornais online são o meio digital mais utilizado para o consumo de informação online. Seguem-se as redes sociais. O sucesso
dos blogs é inegável mas esta não é tendência para C-Levels.
Tem alguma assinatura em meios digitais pagos (jornais online, por exemplo)?

Meios digitais gratuitos

são a tendência de consumo de informação por parte dos C-Levels

A maioria da informação consumida online é gratuita. Mesmo assim, os meios pagos variam entre sites de economia (37,5%), jornais online (25%), comunicação e marketing (12,5%), música (12,5%) e desporto (12,5%).


Que redes sociais utiliza com mais frequência?

47%

afirmam que o Facebook é a rede social mais utilizada

O Facebook é a rede social mais utilizada por parte dos C-Levels em Portugal, seguida pelo LinkedIn e pelo Instagram.


Que tipo de conteúdo costuma, ou prefere, consumir nas redes sociais?

38%

indicou que são notícias o tipo de informação que consome nas redes sociais

As notícias são mesmo o conteúdo que mais interesse tem para os C-Levels. Até mesmo nas redes sociais, são os conteúdos noticiosos que mais captam a sua atenção. Logo de seguida, contrariando o padrão, está o conteúdo de entretenimento.


Em média, quanto tempo dedica diariamente ao consumo de informação nas redes sociais?

30min

é o tempo dedicado diariamente pelo C-Levels nas redes sociais

“Não mais de 30m”, é a resposta que nos dá exatamente a metade dos participantes. Será, ou não, rentável comunicar para este público via redes sociais?


Em que altura do dia é mais comum consumir informação nas redes sociais?

58%

tem por hábito dedicar tempo às redes sociais de manhã ou à noite

De extremos, a manhã e a noite são os períodos em que mais atividade existe. Por isso, se é ou não rentável comunicar para C-Levels via redes sociais, tudo vai depender do timing em que o fizermos.



Tem por hábito partilhar informação que consome nas redes sociais?

68%

partilha as informações que consome nas redes sociais

Informação relevante tende a ser partilhada. É o que nos diz a maioria dos participantes. Desta maioria, 52% fá-lo de forma pública. No entanto, há quem prefira as interações privadas (48%), via chat ou e-mail.




Que tipo de conteúdo mais procura online?

38%

dá preferência a conteúdos especializados

Eles querem conteúdo especializado e notícias. Em segundo plano estão os conteúdos de entretenimento, música e vídeo. Importante é: dar o conteúdo certo à hora certa.

No consumo de informação online, são importantes para si os conteúdos disponíveis em vídeo?

71%

Dá importância aos conteúdos em vídeo

A forma como o conteúdo é apresentado importa! O dinamismo do vídeo parece ter conquistado os C-Levels portugueses. É o que demonstra a maioria dos participantes.




Nos conteúdos disponíveis em vídeo, o que desperta mais a sua atenção?

45%

indica que a relevância do conteúdo é o fator mais importante no conteúdo em vídeo

A relevância importa! Os C-Levels não são, de todo, influenciados pela popularidade do conteúdo.


Costuma partilhar informação que considera relevante?

68%

afirma que partilha informação relevante em formato vídeo

E, se é relevante, há partilha. É o que revela mais de metade dos participantes.



Através de que meios o costuma fazer?

39%

utiliza o email para partilhar informação em vídeo

Dos 68% que afirmam partilhar informação, 65% fá-lo em privado (e-mail, messenger e whatsapp). Os restantes 35% dão preferência às redes sociais.




Quais os dispositivos que utiliza com mais frequência em cada altura do dia para aceder à informação online?

Smartphone

é o dispositivo mais utilizado

O smartphone é o dispositivo mais utilizado pelos C-Levels portugueses para aceder à informação online. Apenas de tarde é dada preferência ao desktop e ao laptop (estará a tarde reservada ao escritório?).




Em que altura(s) do dia tem mais disponibilidade para consumir informação online?

62%

afirma ter mais disponibilidade à noite

C-Levels têm mais disponibilidade para o consumo de informação online a partir das 21h.


Entrevistas

Em paralelo com a recolha anónima de respostas, foram realizadas entrevistas presenciais na qual participaram: Ana Bicho (CEO, Adclick), António Alegre (CEO, Páginas Amarelas), António Correia (Partner, PwC Portugal), Carlos Brito (Pró-Reitor, Universidade do Porto), Daniel Sá (Diretor, IPAM), Idalina Sousa (CMO, PRIMAVERA BSS), Nuno Morais (Country Manager, Smarkio) e Nuno Sequeira (Head of Digital, Brisa).


Descarregar o estudo completo